ESPORTE

SELEÇÃO BRASILEIRA DE 70, UMA PROPAGANDA NOS ANOS DE “CHUMBO”

Em 1970 o Brasil ainda vivia sob a ditadura do regime militar que havia se instaurado em 1964, o presidente do país era o General Emílio Médici, ele pertencia a ala mais radical dos militares e governou o país entre 1969 e 1974, seu governo foi um dos mais repressivos da história do Brasil, matando muitas pessoas que eram contra o governo da época.

A Copa do Mundo de 1970 que seria realizada no México se aproximava, João Saldanha era o técnico da seleção brasileira que disputaria o campeonato mundial, mas meses antes do torneio ele foi dispensando do comando técnico da seleção por fazer parte do Partido Comunista Brasileiro e também por não ouvir e convocar os jogadores que o então presidente Médici pedia, neste instante o ex-jogador e bicampeão mundial Zagallo assume o comando.

Com Zagallo assumindo a seleção, a comissão técnica que já tinha militares entre seus membros ganha ainda mais reforços, militares que participaram de torturas estavam infiltrados nas concentrações da seleção, assim o grupo joga vários amistosos contra alguns times para se preparar para o tão esperado torneio para os militares.

Tem início então a Copa do Mundo de 1970, o Brasil faz uma campanha irretocável para a alegria dos militares, conseguindo o título contra a seleção Italiana pelo placar de 4 X 1, a seleção brasileira serviu muito como propaganda para o regime militar, pois o povo mesmo sofrendo nas mãos dos militares adoravam a seleção, essa foi uma grande “jogada” do regime ditatorial pois com o título, conseguiu “censurar” muitas das realidades sofridas pelo povo brasileiro.

11medici_copa70 copa70_Agencia_O_Globo mediciMarcos Vinícius Nanetti, aluno de jornalismo da UNIARA – marcos_viniciuss@hotmail.com.br

 

Anúncios